Desenvolvimento Sustentável | Brilia

Por seus inúmeros benefícios, o LED avança entre as metrópoles internacionais como a tecnologia  mais adequada para a iluminação pública. Cidades como Los Angeles, Nova York, Birmingham (Reino Unido) e Buenos Aires estão entre as que aderiram ao LED pelo baixo consumo de energia, redução de emissão de carbono e a durabilidade das lâmpadas de até 10 anos.

LOS ANGELES

Los Angeles, na Califórnia, é uma das metrópoles americanas pioneiras no uso do LED em iluminação pública. Até o momento, a cidade conta com 220 mil pontos de iluminação em vias públicas, estradas, praças e parques.

BIRMINGHAM

Birmingham, a segunda maior cidade do Reino Unido, nos últimos três iniciou a troca de suas 95.107 luminárias públicas por iluminação LED. A ideia é que a cidade seja totalmente iluminada pela nova tecnologia até 2020.

NOVA YORK

A bola que desce sobre a Times Square de Nova York na noite de réveillon é iluminada por LEDs desde 2008. De lá para cá, o LED toma cada vez mais espaço na cidade, incluindo edifícios históricos como o Empire State Building.

BUENOS AIRES

Pioneira em ter iluminação LED na vias públicas na América Latina, desde 2013, Buenos Aires iniciou a troca de sua iluminação pública. Ao todo, a cidade conta com 125 mil luminárias com tecnologia LED.

Fonte: The Climate Group